Destaques

09/07/2019 - Planeta Inseto é opção para as férias escolares



O universo dos cupins, bicho-pau, joaninhas, besouros e das baratas é apresentado para as crianças e aos adultos curiosos no Planeta Inseto, do Instituto Biológico, localizado na capital paulista.


No espaço, os visitantes podem aprender sobre o ciclo de vida dessas espécies. “Nossa mostra é interativa e muito divertida. Na corrida de baratas, por exemplo, cada turma escolhe uma e é preciso gritar para que elas corram. As baratas e barulhos e quanto mais gritos, mais elas correm”, explica a diretora Denise Martins. “Temos monitores para auxiliar e fazer a integração com os visitantes”, afirma.


Os visitantes ainda podem ver de perto colmeias em plena atividade, com suas abelhas produzindo mel; lagartas tecendo o fio da seda, que será utilizado em nossas roupas; formigas trabalhando em um sistema social organizado e cupins reciclando material orgânico, entre muitas outras atrações.


“Acho bem legal um espaço como este para as crianças entenderem a importância dos insetos para o meio ambiente, principalmente, as abelhas. Muitas das vezes, as crianças veem as abelhas no meio urbano, interrompendo a alimentação, por exemplo, e acabam não gostando, mas elas têm papel fundamental na pulverização do pólen para geração de flores e frutos e as crianças precisam saber desde pequenininhos para lutar pela preservação deles”, diz Michele Gomes, mãe de Malik, de 9 anos e Vinícius Kymani, de 3 anos. “Eu não sei o que é besouro nem como ele vive”, conta o mais novo.


Para a pedagoga do Centro de Educação Infantil de Guaianases, Débora Martins, as crianças, especialmente as menores, são muito curiosas e aprendem facilmente nas atividades interativas. “Eles prestam atenção em tudo e o universo dos insetos é bastante fascinante, tem muito a ensinar”, afirma.


O Museu do Instituto Biológico fica aberto de terça-feira a domingo, entre 9h e 16h, com entrada gratuita. Visitas de grupos devem ser agendadas com antecedência pelo telefone (11) 2613-9500. O endereço é Avenida Doutor Dante Pazzanese, 64 – Vila Mariana, em São Paulo.



Conheça algumas curiosidades dos bastidores do instituto:



- As baratas que participam da corrida são trocadas entre os turnos da manhã e tarde para evitar o desgaste e para que possam descansar, se alimentar e hidratar;


- Em dias frios, as salas de criação ganham aquecedores para manter a criação ambientada e os insetos receberem um maior conforto, já que eles não geram calor próprio como aves e mamíferos;


- A sala das formigas possui ar-condicionado para manter a temperatura da sala semelhante com a temperatura debaixo do solo;


- As larvas do bicho da seda são alimentadas 2 a 3 vezes ao dia, tanto na exposição quanto na criação;


- As fases iniciais das larvas do bicho da seda são criadas em estufas, para que possam crescer bonitas e fortes para serem apresentadas na exposição.