Destaques

28/06/2017 - Descubra as propriedades incríveis das teias de aranha



A aranha tece a sua teia com a maestria dos melhores construtores. É desse trabalho criado com pequenos fios de seda que ela vive e se alimenta, com as presas que lá caem. As teias são simultaneamente fortes e flexíveis, adaptam-se à temperatura e umidade exterior, são biodegradáveis e biocompatíveis e pensa-se que a sua composição pode ter várias utilizações.


Entre as possibilidades de utilização estão a fabricação coletes anti-bala, instrumentos musicais e até o uso em fibras de vidro de sensores óticos.


E se alguma vez achou que o Homem Aranha é pouco realista, esta informação é para você: os fios da teia de aranha foram comparados ao aço por serem considerados um dos materiais mais resistentes, e julga-se que se tivessem a espessura de um lápis podiam parar um Boeing 747 em pleno voo. Em outubro do ano passado, em um artigo da rádio e televisão canadense CBC, foi dito que: É um dos materiais mais fortes do mundo na natureza: mais forte do que o aço, mais leve do que o algodão.


Além de tudo, de acordo com várias pesquisas científicas de ponta em laboratórios de vários países, as teias tem potencialidades médicas incríveis em humanos.


Os estudos passaram a perceber a utilidade das teias em implantes cerebrais, suturas, reparações ósseas, regeneração de cartilagens e enxertos de pele, áreas em que até agora se tem usado a seda dos bichos da seda.


Conheça quatro das pesquisas de sucesso na área aplicadas à medicina humana:


1 - Reparação de nervos


Na Universidade médica de Hanover, na Alemanha, uma equipe do Departamento de Cirurgia Plástica utilizou fios de teia de aranha para reparar tendões e nervos.


A técnica é particularmente útil para tratar vítimas de acidentes de moto, por exemplo, que por essa razão tenham perdido a sensibilidade dos braços ou ombros.


Segundo o professor responsável pela pesquisa, Peter Vogt, a grande vantagem cirúrgica da seda de aranha é o fato de ser natural e biodegradável, ao contrário dos plásticos. Os plásticos não se decompõem. E o quando o fazem, possivelmente desencadeiam reações inflamatórias, diz.


2 - Efeito curativo


Está documentada há muitos anos a prática de usar teias de aranha para curar feridas, ato comum em alguma culturas.


A razão está nas propriedades antibacterianas deste material e no fato de ter muita vitamina K, que ajuda na coagulação do sangue e a sarar feridas, minimizando as chances de infecções.


3- Tratamento com medicamentos


A equipe do Laboratório de Aranhas da Universidade de Nottingham, em Inglaterra, desenvolveu uma técnica para produzir seda de aranha para sua utilização em antibióticos, cujo desenho se adequa às necessidades especificas de cada paciente.


Segundo Neil Thomas, um dos pesquisadores, esta técnica permite prevenir a infecção durante semanas ou meses através da liberação controlada de antibióticos. Ao mesmo, tempo a regeneração dos tecidos é acelerada pelas fibras, como uma armação temporária antes de se biodegradar.


4 - Base para cultivar tecido cardíaco


Uma pesquisa do Instituto de Física e Tecnologia da Universidade de Moscovo conseguiu provar que o material de construção das teia de aranha é o substrato de base perfeito para cultivar tecido celular do coração.


Isto acontece porque as teias são duráveis e cinco vezes mais fortes do que o aço, duas vezes mais elásticas do que o nylon e capazes de se esticar até três vezes o seu comprimento.


E segundo o professor Agladze, o acadêmico responsável pelo estudo, as células de tecido cardíaco aderem com sucesso às teias de aranha; crescem formando camadas e são totalmente funcionais, ou seja, conseguem contrair-se de forma coordenada.




Fonte: Visão

Foto: Arnd Wiegmann / Reuters