Destaques


28/08/2002 - Comunicação entre formigas




É sabido que a comunicação entre as formigas se faz através de substâncias químicas, denominadas feromônios, no entanto, algumas espécies utilizam algum tipo de som para se comunicarem.


Comparada à comunicação com feromônios o uso de vibrações entre as formigas é pouco desenvolvido. Já foram identificados dois tipos de produção de sons nas formigas: a produção do som através do atrito do corpo da formiga com o substrato e a estridulação, esfregando partes do corpo para a produção de ruídos usados na comunicação. Elas não são capazes de ouvir sons transmitidos pelo ar, somente vibrações produzidas em um substrato sólido, que é percebido pelas pernas.


As formigas apresentam uma estrutura denominada papo, também chamada de estômago social. Este estômago é utilizado para armazenar temporariamente alimento e transferi-lo para outras formigas. Elas armazenam alimentos líquidos no papo e passam para as outras formigas, para as larvas ou para as rainhas. O ato de transferir o alimento líquido é denominado trofalaxia e consiste na transferência de alimento líquido do seu papo para a boca de outra formiga.


Não é difícil visualizar este comportamento. Basta prestar atenção nas formigas levando alimento para a colônia para logo perceber uma formiga encostando a boca na outra. A trofalaxia também é uma forma de passar informação para outras formigas, uma vez que algumas secreções, denominados feromônios passam juntamente com a comida.


Os feromônios são substâncias químicas percebidas pelas formigas. Cada colônia tem um cheiro o que distingue as formigas de um ninho e de outro. Os feromônios secretados pelas formigas informam qual o tipo de trabalho que deve ser feito, informa se há perigo por perto, se há necessidade de recrutamento de operárias para carregarem alimento rapidamente para a colônia, entre outros comportamentos específicos. Os feromônios podem ainda atrair o sexo oposto para que haja a cópula e fazer com que as operárias andem em fila formando trilhas imensas em direção ao alimento e de volta para o ninho.


Este sistema complexo de comunicação torna as formigas aptas a colonizarem diversos ambientes, além de terem um sistema impressionante de defesa da colônia, tornando-as quase invencíveis.



Compartilhe no    Compartilhe este destaque no Whatsapp Compartilhe este destaque no Twitter Compartilhe este destaque no Facebook