Destaques


18/01/2006 - Formiga tem capacidade de dar aula para companheira




Um cérebro grande não é necessário para dar aulas. A afirmação se refere a formigas, e foi feita por dois pesquisadores que analisaram um fenômeno único na natureza - um inseto ensinando outro.


Nossa identificação de comportamento de ensino em uma formiga mostra que um cérebro grande não é um pré-requisito para isso, escrevem Nigel Franks e Tom Richardson, da Universidade de Bristol, Reino Unido, na edição de hoje da revista científica Nature.


Claro, o cérebro continua importante. Talvez animais com cérebro grande possam muitas vezes aprender de modo independente, disse Franks.


Os dois afirmam que o exemplo que encontraram de relacionamento professor-aluno é inédito no reino animal, descontando-se o ser humano. Um indivíduo é um professor se ele modifica seu comportamento na presença de um observador, com algum custo inicial para ele próprio, para poder dar um exemplo, de modo que o outro indivíduo aprenda mais rápido, definem eles.


Eles estudaram o modo como uma formiga professora ensinava à aluna o caminho até uma fonte de comida. O caminho era demorado, e envolvia uma relação entre as duas --a aluna tocava a professora nas pernas ou abdômen com sua antena, e ela modificava seu comportamento em seguida.


Dar aula custa caro para a formiga professora. Ela poderia chegar quatro vezes mais rápido à fonte de comida se não tivesse de ensinar o caminho.




Fonte: Folha de S. Paulo - 12/01/2006



Compartilhe no    Compartilhe este destaque no Whatsapp Compartilhe este destaque no Twitter Compartilhe este destaque no Facebook