Pragas de Jardim

Aranha Tarântula

  • Introdução
  • Biologia
  • Controle
  • Destaques

Existem aproximadamente 35.000 espécies de aranhas no mundo. Elas são muito importantes no ecossistema pois são predadoras capazes de regular a população de outros artrópodes, principalmente insetos, que quando em grande número, podem se tornar pragas. Muitas espécies de aranhas são inofensivas ao homem porém, acidentes graves podem ocorrer com algumas espécies, tais como a aranha marrom (Loxosceles), a aranha de jardim ou tarântula (Lycosa), a viúva-negra (Latrodectus) e a aranha armadeira (Pho). Na maioria das vezes as aranhas não são identificadas corretamente pela vítima da picada ou pelos médicos.

ARANHA TARÂNTULA - (Lycosa)


As tarântulas são pouco agressivas e têm hábitos diurnos. Existem cerca de 100 espécies no Brasil. São facilmente encontradas em gramados de jardins, no campo, próximo aos riachos e rios e até mesmo nas residências. Esta espécie de aranha não faz teia. A picada é dolorida, mas, normalmente, não evolui para casos mais graves. Em algumas pessoas pode ocorrer necrose local, porém não há necessidade de aplicação de soro antiaracnídeo. Na dúvida, colete a aranha e leve ao hospital ou posto de saúde.




ARANHAS


As aranhas são o maior grupo dos aracnídeos, grupo que também compreende os ácaros, carrapatos e escorpiões. Elas vivem em quase todos os lugares: sobre o solo, sob pedras, dentro de frestas, equipamentos, no meio da grama e em ramos de árvores. As aranhas entram dentro de residências acidentalmente pois são levadas em caixas e objetos vindos da área externa. Dentro das residências elas se escondem dentro de caixas, roupas ou móveis. Nem todas as aranhas constroem teias e as que as fazem utilizam deste artifício para caçar insetos. As aranhas que não tecem teias, ou vivem em tocas que são tecidas com seda, ou não tecem qualquer tipo de abrigo.


As aranhas apresentam quatro pares de pernas e o corpo dividido em duas partes, o prossoma, também chamado de cefalotórax e o opistossoma, também conhecido por abdômen. Na cabeça existe um par de quelíceras, membro que possui uma abertura por onde passa o veneno ou peçonha. Mas nem todas as aranhas conseguem rasgar a pele do homem para introduzir o veneno. O veneno é produzido para paralisar ou matar a presa. No abdômen das aranhas estão localizadas as fiandeiras, que são glândulas que segregam a seda de que se utilizam para tecer a teia. A maioria das espécies possui oito olhos simples, algumas podem ter menos e outras nove olhos. O número de olhos e sua disposição são características importantes para a identificação das diferentes famílias de aranhas.


Todas as aranhas são carnívoras e alimentam-se principalmente de insetos. Podemos dividir as aranhas em dois grandes grupos de acordo com a posição das quelíceras e a direção que os ferrões se abrem e fecham: as da subordem Labidognatha, aranhas verdadeiras, picam de fora para dentro, isto é, picam horizontalmente. Estas aranhas são as mais perigosas e ocasionam acidentes mais graves. As aranhas da subordem Ortognatha são as caranguejeiras e picam horizontalmente, isto é, de cima para baixo. Estas últimas não são consideradas aranhas perigosas.

PRODUTOS DE USO PROFISSIONAL INDICADO PARA O CONTROLE:


BIGTRIN 200CS - SERVER QUÍMICA

DDKILL 1000 CE - SERVER QUÍMICA

DELTEK 2,5 ME - ROGAMA

DEMAND 10 CS - SYNGENTA

DEMAND 2,5 CS - SYNGENTA

FORTIS PRO - SYNGENTA

ICON 10 PM - SYNGENTA

RALO PROTETOR PARAMAX - PARAMAX

TEMPRID SC - BAYER

VEJA MAIS DESTAQUES CLICANDO ABAIXO:


A curiosa aranha que amamenta seus filhotes

'Aranhas-pirata', invadem teias para devorar seus 'arquitetos'

DNA de aranha mostra evolução das florestas em 5 milhões de anos

Fóssil de animal com corpo de aranha e cauda de escorpião é encontrado

Cientistas alimentam aranhas com grafeno para criar teias 10x mais fortes

Novas espécies de tarântulas gigantes descobertas

As aranhas e o prazer da carne

Descubra as propriedades incríveis das teias de aranha

Nova espécie de aranha gigante é descoberta no México

Descobriram uma nova espécie de aranha que se camufla de folha

Aranhas conseguem escutar pessoas conversando e caminhando

Aranhas podem proteger militares dos EUA

Tem medo de aranhas? Então elas podem parecer maiores para você

A pequena aranha que constrói a maior e mais forte teia do mundo

Aranha imita fezes de pássaros para enganar predadores e atrair presas

Aranha voadora é descoberta na Floresta Amazônica

Como uma vespa força aranhas zumbi a construir casulos para suas larvas

Aranhas podem ter prazer sexual e controle sobre fecundação

Até as aranhas podem entoar canções românticas

Aranhas produzem teias super-resistentes após receberem grafeno

Aranhas conseguem contar?

Aranha-marrom identifica pontos fracos de presa ao atacá-la

Aranhas ficam maiores quando vivem na cidade grande, aponta estudo

Veneno de aranha pode salvar abelhas, diz estudo

Aranhas que comem peixes estão por toda a parte, diz estudo

Genoma da aranha ajuda a entender segredos sobre veneno e teias

Uma teia musical

Nova espécie de aranha caranguejeira rara é descoberta na Ásia

Aracnídeo cuida de ovos como tática de sedução e de sobrevivência

Cientistas identificam três novas espécies de aranhas que se camuflam

Cientistas descobrem fóssil raro de ataque de aranha contra presa

Aranhas decoram teias para fisgar mais presas

Cientistas descobrem vermes que invadem cérebro de cupins e aranhas

Aranhas vampiras identificam vítimas pelas antenas

Teia de aranha é melhor condutor de calor que alguns metais

Aranhas-saltadoras usam luz verde para enxergar objetos a distância

Aranhas macho se castram para elevar chance de paternidade

Aranha fêmea interesseira é enganada pelos machos

Bolha construída por aranha mergulhadora funciona como guelra

Experiência revela que tarântulas expelem seda pelas patas

Pesquisadores tentam reinventar seda da aranha em laboratório

Marionetes de oito patas

Cientistas descobrem que aranha e planta brigam por comida

Aracnídeos sob comando

Perigo sobre oito patas

Moléculas antimicrobianas em ovos de aranha

Aranha gigante faz teia de um metro

Aranhas pré-históricas

Aranha cria clone de si mesma para despistar predadores

Aranha usa sorriso para escapar de predadores

Aranhas que poupam maridos e comem pretendentes têm filhos mais fortes

Presente de núpcias

A vida sobre oito patas

Cupim pode salvar álcool à base de celulose, diz estud

Feromônios e afrodisíacos na seda

Aranha macho põe cinto de castidade na fêmea

Tarântula usa teia nas patas para subir paredes

Aranhas que voam

Aranhas que caçam presas com sangue

O veneno sobre longas pernas dentro de casa

As teias da inteligência

O gel de um protozoário

Quanto vale um casal de aranhas?

Venenosas, rápidas e de longas pernas

Por que a teia de aranha é tão forte

Escorpiões e Aranhas em Residências