Destaques

12/12/2018 - Lagartas se parecem com serpentes para intimidar predadores

Cobra ou lagarta? A aparência de serpente é, na verdade, uma característica comum entre várias espécies de lagartas, de diferentes famílias. O mimetismo, adaptação na qual um organismo possui características que o confundem com um indivíduo de outra espécie, intimida os predadores das lagartas, principalmente os pássaros e os lagartos.

11/12/2018 - Pergunte ao Especialista

Consulte as perguntas de nossa seção e envie sua pergunta. Saiba mais clicando aqui.

05/12/2018 - Formiga pulveriza inimigas com ácido e usa cabeças delas como decoração

Cientistas norte-americanos estão examinando de perto uma espécie de formiga da Flórida que decora seu ninho com os crânios de outras formigas que ela matou. Como se isso não fosse macabro o suficiente, eles descobriram que a formiga mata seus inimigos, os imitando, e, em seguida, os pulverizando com ácido.

28/11/2018 - Mudança climática pode representar ameaça para fertilidade de insetos

Segundo pesquisa da Universidade de East Anglia, da Inglaterra, as ondas de calor afetam o esperma dos machos de algumas espécies. Esse fator poderia explicar por que a mudança climática está tendo impacto sobre a população de diversos insetos. Para realizar o estudo, os pesquisadores observaram a reação de besouros-castanhos expostos a ondas de calor simuladas dentro de um ambiente controlado.

21/11/2018 - Mariposa possui característica que impede ataque de morcegos

A mariposa imperador da árvore do repolho tem asas com escamas minúsculas que absorvem as ondas sonoras enviadas pelos morcegos em busca de comida. Essa absorção reduz os ecos que retornam aos morcegos, permitindo que Bunaea alcinoe evite ser tão perceptível para os predadores noturnos, relatam pesquisadores na Proceedings of the National Academy of Sciences.

14/11/2018 - Plantas fazem lagartas atacarem umas às outras até o canibalismo

Não é incomum que as pragas de insetos, além de comerem os alimentos que cultivamos, comam também umas as outras. Agora, porém, descobrimos que as plantas de tomate podem se unir para levar diretamente as lagartas para o canibalismo. “Este é um novo mecanismo ecológico de resistência induzida que efetivamente altera o comportamento dos insetos”, diz Richard Karban, que estuda as interações entre herbívoros e suas plantas hospedeiras na Universidade da Califórnia.

07/11/2018 - Por que não podemos acabar com as moscas?

Para cada pessoa da Terra, há 17 milhões de moscas. Elas polinizam as plantas, consomem corpos em decomposição, comem a lama dos canos de esgoto, estragam as colheitas, espalham doenças, matam aranhas e caçam libélulas. Sem elas, para ficar apenas em um exemplo, não haveria chocolate.

31/10/2018 - Abelhas ficam paradas durante um eclipse solar total, diz estudo

Durante um eclipse solar total, as abelhas param de voar e ficam completamente em silêncio, segundo nova pesquisa da Universidade do Missouri, nos Estados Unidos. Mais de 400 cientistas analisaram o comportamento do inseto no eclipse solar.

24/10/2018 - Ratos da cidade têm hábitos diferentes de seus parentes do campo

Se alguém se deu bem nestes últimos mil anos, esses foram os ratos. Presente em todas as cidades dos seis continentes, pouco se entende sobre a ecologia urbana que levou esses animais a serem tão bem sucedidos.

17/10/2018 - Pesquisadores desenvolvem analgésico com substância extraída de aranha

Uma substância extraída da hemolinfa (fluído que tem função semelhante a do sangue dos vertebrados) de um aranha caranguejeira poderá dar origem a um analgésico para tratar dor neuropática (causada por lesões ou doença do sistema nervoso central) e atenuar problemas associadas a ela - depressão, falhas cognitivas ou de memória e atenção, por exemplo.

10/10/2018 - Biólogo brasileiro registra relação rara entre mariposa e ave

Lacrifagia. A palavra é diferente e pode gerar muitas dúvidas, mas parte delas começaram a ser solucionadas pelo biólogo e herpetólogo Leandro Moraes. No ano passado, durante uma expedição noturna em áreas de florestas de várzea, de Manaus a Tefé, o especialista em anfíbios e répteis se deparou com um comportamento curioso: uma mariposa se alimentando das secreções oculares de uma fêmea de solta-asa-do-norte.

03/10/2018 - Mosca-varejeira usa saliva para se refrescar

Pesquisadores constataram que esse comportamento contribui para refrescar a temperatura das moscas-varejeiras. A movimentação da gota de saliva pela mosca em uma sequência de ciclos permite a perda de calor da gota por evaporação da água. A ingestão dessa gota mais fresca resfria a temperatura de partes importantes do corpo do inseto, como os músculos do voo e o cérebro.


1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 |   [ próximo ]