Destaques

13/11/2019 - Cuidado! Espanha confirma primeiro caso de dengue transmitida sexualmente.



Autoridades de saúde espanholas confirmaram ontem, o primeiro caso de transmissão de dengue por via sexual entre um casal do mesmo sexo na Europa. É a primeira vez no mundo em que um caso como esse é relatado – só há um caso similar de transmissão sexual autóctone na Coreia do Sul. Até então se considerava que o vírus era transmitido somente pela picada de mosquito.


O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças confirmou que esse caso espanhol era, “ao seu conhecimento, o primeiro de transmissão sexual do vírus da dengue entre dois homens”. “Um caso provável de transmissão sexual entre uma mulher e um homem já havia sido objeto de um artigo científico na Coreia do Sul”, afirmou a epidemiologista médica espanhola, Susana Jimenez, da Direção Geral de Saúde Pública de Madri.


Segundo Jimenez, o caso diagnosticado na capital espanhola é “o de um homem de 41 anos contaminado durante um relacionamento com o seu companheiro, que havia contraído o vírus durante uma viagem para Cuba”, onde foi picado por um mosquito.


Os testes revelaram que ambos tinham dengue. “Uma análise dos espermatozoides dos dois revelou que não apenas se tratava de dengue, mas também que era o mesmo tipo de vírus que circula em Cuba”, afirmou a epidemiologista.


A contaminação dessa vítima em Madri foi confirmada no final de setembro e intrigou os cientistas, uma vez ele não havia viajado para um país onde a dengue é endêmica. Também foi verificada a impossibilidade de contaminação por mosquitos na Espanha, pois não foram encontrados insetos nos locais onde eles estavam.


“Seu companheiro apresentou os mesmos sintomas que ele, porém de forma mais leve, cerca de dez dias antes e havia viajado para Cuba e República Dominicana”, disse o médico.


Apesar dessa confirmação pelas autoridades de saúde da Espanha, a Organização Mundial de Saúde continua afirmando em seu site que “a dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti, transmissor de quatro tipos da doença”.



“É uma descoberta”, diz médica


Cerca de 700 pessoas morreram de dengue neste ano na América Latina. O Brasil é o país mais afetado, com 485 mortes, seguido por Honduras (82), Colômbia (35), Guatemala (34) e México (20), segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).


A epidemiologista médica espanhola Susana Jimenez reconhece que nos países onde a doença é endêmica e transmitida por mosquitos, não se pode dizer que o modo de transmissão sexual não exista. “Simplesmente, até agora, não estava previsto porque sempre pensamos que se tratava do mosquito”, afirma. “É uma descoberta, uma informação de importância global: descobrir outro mecanismo de transmissão do vírus”, admitiu Susana.



País europeu só tinha casos ‘importados’


A dengue é uma doença causada por um vírus habitualmente transmitido através da picada de um mosquito e cujo quadro clínico se caracteriza por um mal-estar generalizado, febre alta, dor de cabeça e uma erupção no rosto que se estende pelo corpo.


Todos os casos detectados na Espanha até outubro de 2018 tinham sido importados, como se denominam os casos diagnosticados em pessoas que tinham contraído a doença no exterior. Há um ano, entretanto, foram diagnosticados os primeiros casos de transmissão nativa do vírus pelo mosquito-tigre em três membros de uma mesma família. Em todos eles, o inseto pica primeiro um caso importado e, depois de sofrer um processo de infecção, transmite a doença a outra pessoa.




Fonte: Jornal O Tempo