Pragas Urbanas

Mosquito Pólvora

  • Introdução
  • Biologia

Os mosquitos, também conhecidos por pernilongos, muriçocas, sovela, mosquito-prego ou carapanãs pertencem à Ordem Diptera e possuem apenas um par de asas membranosas correspondente às asas anteriores, daí o nome da ordem (di = duas, ptera = asas). São de grande importância na saúde pública, pois podem transmitir várias doenças, como a febre amarela, dengue, malária, alguns tipos de encefalite, filariose, etc. Os mosquitos são também grandes causadores de incômodo, sendo que muitas áreas de recreação deixam de ser utilizadas devido a presença destes insetos em determinadas épocas do ano.

MOSQUITO PÓLVORA


O mosquito pólvora ou maruim, é encontrado no interior, em matas úmidas e brejos. Possui este nome devido ao tamanho pequeno e cor que lembra um grão de pólvora. As espécies do litoral são conhecidas por maruim ou mosquitinhos do mangue.


Estes mosquitos pertencem à Ordem Diptera, família Ceratopogonidae. Suas larvas vivem na água doce ou salgada, conforme a espécie. As espécies do litoral ocorrem em grande número de indivíduos, incomodando muito os habitantes da região. As fêmeas são hematófagas, isto é, alimentam-se de sangue. A picada é dolorosa e ficam algum tempo no local sugando sangue. No Brasil não há registros de transmissão de doenças ocasionadas pelas picadas desses insetos.